O HOBBIT

Trilogia Cinematográfica

Image

DIRETOR DA TRILOGIA O HOBBIT - PETER JACKSON

O Hobbit (no original em inglês: The Hobbit) é uma série de três filmes de fantasia épica e de aventura dirigido, coescrito e produzido por Peter Jackson e baseado no livro The Hobbit de J. R. R. Tolkien publicado em 1937. Os filmes são, por subtítulo: Uma Jornada Inesperada (2012), A Desolação de Smaug (2013) e A Batalha dos Cinco Exércitos (2014). O Senhor dos Anéis é originalmente uma sequência do livro, assim, a série age como uma prequela para a trilogia dos filmes, também dirigidos por Jackson.

One of the best things about growing up in New Zealand is that if you are prepared to work hard and have faith in yourself, truly anything is possible.

John Doe
0
ORÇAMENTO TOTAL DE PRODUÇÃO (US$)
0
ANOS DE PRODUÇÃO
0
INDICAÇÕES AO OSCAR
0
OSCAR CONQUISTADO
0
ARRECADAÇÃO TOTAL

ELENCO COMPLETO E SEUS PERSONAGENS NA TRILOGIA O HOBBIT

  • O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
    • The Hobbit: An unexpected Journey (2012)
  • O Hobbit: A Desolação de Smaug 
    • The Hobbit: The Desolation of Smaug (2013)
  • O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos 
    • The Hobbit: The Battle of the Five Arms (2014)
Image
Posters da TRILOGIA CINEMATOGRAFICA
Companhia de Thorin, Bilbo e Gandalf na Montanha Solitária

A TRILOGIA E SEU CONTEÚDO

Situado no mundo ficcional da Terra Média, os três filmes seguem o hobbit Bilbo Baggins (Martin Freeman), chamado pelo mago Gandalf (Ian McKellen), para acompanhar treze anões liderados por Thorin II (Richard Armitage) em uma missão até a Montanha Solitária, onde tentarão recuperar os pertences dos anões que foram roubados pelo dragão Smaug (Benedict Cumberbatch). É nessa aventura que Bilbo encontra o Um Anel que desencadeia a trilogia O Senhor dos Anéis.
Peter Jackson e Fran Walsh expressaram interesse em filmar The Hobbit já em 1995, o qual seria a primeira parte de uma trilogia (os outros dois filmes sendo baseados em O Senhor dos Anéis). O projeto foi frustrado quando o produtor de Jackson, Harvey Weinstein, descobriu que Saul Zaentz tinha os direitos de produção de The Hobbit, mas os direitos de distribuição ainda pertenciam à United Artists (que mantinham esses direitos, acreditando que os cineastas preferiria adaptar The Hobbit, em vez de O Senhor dos Anéis). O estúdio ainda disputava mercado, de forma que as tentativas de Weinstein de comprar os direitos não foram infrutíferas. Então Weinstein pediu que Jackson continuasse com a adaptação de O Senhor dos Anéis sem The Hobbit. Em última análise, O Senhor dos Anéis foi produzido pela New Line Cinema, então os direitos para filmar The Hobbit foram definidos para expirar em 2010. Em setembro de 2006, a Metro-Goldwyn-Mayer, expressou interesse em se unir à New Line e Peter Jackson para filmar The Hobbit.

Em 16 de dezembro de 2007, a MGM, New Line e o cineasta Peter Jackson finalmente entraram em um consenso sobre o envolvimento de Peter na produção dos filmes. Os estúdios anunciaram que Jackson seria produtor executivo de The Hobbit e suas continuações.

Os dois estúdios que cofinanciaram o filme iria distribui-lo, foi anunciado que os dois filmes baseado em The Hobbit serão distribuídos na América do Norte pela New Line e nos demais continentes pela MGM — o primeiro acordo real da New Line com outro grande estúdio. Orçamento de cada filme foi estimado em US$ 150 milhões de dólares, o que compara com o orçamento de 94 milhões de dólares para cada um dos filmes da trilogia O Senhor dos Anéis, dirigida por Jackson. Após a conclusão da fusão de New Line Cinema com a Warner Bros., em fevereiro de 2008, as duas partes do filme foram anunciados como programado para ter o lançamento em dezembro de 2011 e 2012, retrospectivamente. Produtor Mark Ordesky, que é o produtor executivo de O Senhor dos Anéis, planejava retornar para supervisionar as prequelas. Jackson explicou que ele optou por não dirigir porque teria sido insatisfatório para competir com seus filmes anteriores.
A pré-produção começou por volta de agosto de 2008, com Del Toro, Jackson, Philippa Boyens Walsh, escrevendo o enredo. Del Toro colaborou com Jackson, Walsh e Boyens através de videoconferência e voou a cada três semanas, rapidamente de Los Angeles (onde alguns dos projetos foram realizados) à Nova Zelândia, para visitá-los. O cineasta disse que disciplinou-se para escrever o roteiro da adaptação pelas manhãs. A tarde ele reservava para leituras e sessões de documentários que ele acredita que influenciarão os filmes - como influenciaram Tolkien a escrever o livro. Ele assistiu documentários da Primeira Guerra Mundial, e disse que "The Hobbit é um livro nascido das experiências da geração de Tolkien com a guerra, os campos de batalha e a decepção de ver o colapso de valores". Del Toro também pediu recomendações de Peter Jackson, que segundo ele, coleciona aviões, tanques, canhões e tem reproduções de uniformes antigos.

Em novembro de 2008, Del Toro disse que ele, Jackson, Walsh e Boyens em cada semana percebia algo de novo sobre a história e o roteiro sempre estava continuamente em mudança. As horas de escrita aumentaram para 12 a cada dia, tal medida que foi dedicada em três semanas para finalmente decidir uma estrutura dos filmes. Durante os primeiros meses de 2009, as escritas começam a partir de 8h30 e terminam às 15h00 quando Del Toro se reuniria com a Weta (ou seja, a Weta Workshop e Weta Digital, empresas de efeitos cinematográficos). A conclusão dos contornos da história e tratamentos terminou em março de 2009 e os estúdios aprovou o início de definir o roteiro.

As filmagens foram previstas para ocorrer ao longo de 2010 na Nova Zelândia, eventualmente Del Toro reformulava os conjuntos Hobbiton em Matamata. Em novembro de 2008, o diretor revela que as filmagens de The Hobbit podem levar cerca de 370 dias, também revela para os fãs que o filme vai possuir criaturas diferentes, semelhantes com as de Hellboy II, o diretor disse que vai levar ao limite da tecnologia onde vão fundir os bonecos animatrônicos com a computação gráfica em uma nova forma de arte quando o assunto é o desenvolvimento de criaturas.

Peter Jackson e Del Toro
Peter Jackson e Del Toro
Em 2010, Del Toro deixou o projeto por causa de atrasos. Em 28 de maio, estava em uma conferência de imprensa, e explicou que em virtude de certos problemas financeiros da MGM, o projeto de The Hobbit não tinha oficialmente recebido um sinal verde no momento. "Nós já desenhamos todas as criaturas. Já desenhamos os sets e os figurinos. Nós já fizemos algumas animações e planejamos sequências de batalhas. Nós estamos muito, muito preparados para quando tudo estiver engatilhado, mas não sabemos nada até que a MGM resolva tudo".

Os problemas financeiros da MGM e constantes atrasos da produção fizeram com que o diretor fosse obrigado a deixá-la, pois Del Toro já tem diversos compromissos marcados com outros estúdios. “Devido aos atrasos que impedem que as filmagens sejam marcadas tive que tomar uma das decisões mais difíceis da minha vida. Depois de dois anos vivendo, respirando e desenhando o mundo criado por Tolkien, eu lamento, mas preciso deixar a direção dessas incríveis adaptações", declarou Del Toro em comunicado oficial. Ron Perlman, que tinha ganhado um pequeno papel no filme, elaborado por Del Toro deixou o projeto juntamente com o diretor. 
No entanto, este incidente recebeu reação negativa de muitos fãs de Hobbit, que estavam irritados com a MGM por atrasar o projeto. Eles também tentaram convencer o estúdio a vender seus direitos para a Warner Bros. Em 27 de julho, Del Toro respondeu a estes fãs irritados, dizendo que "não era apenas a MGM. Estes são filmes muito complicados, economicamente e politicamente."
No fim de maio de 2010, foi relatado que Peter Jackson estava com a missão de encontrar outro diretor para as adaptações. Fãs da série não descartaram a hipótese de ele mesmo dirigir o filme, porém seu agente logo se manifestou dizendo: "Peter tem compromissos com outros filmes que tornariam impossível a missão de dirigir O Hobbit neste momento". Em 25 de junho de 2010, foi relatado que Jackson estaria em negociações para dirigir o filme e sua sequência. Em 15 de outubro de 2010, New Line Cinema e Warner Bros confirmam que The Hobbit vai dar inicio as filmagens com Jackson como diretor e que o filme será rodado totalmente em 3-D. Além de confirmar Jackson como diretor, foi relatado que o estúdio deu sinal verde para o filme, e a fotografia principal iria começar em fevereiro de 2011. Jackson afirmou que: "A exploração da Terra Média de Tolkien vai muito além da experiência cinematográfica normal. Não vemos a hora de retornar ao mundo maravilhoso de Gandalf e Bilbo. É uma viagem de imersão total em um lugar muito especial, onde reinam a imaginação, a beleza e o drama".
Peter Jackson e Del Toro
Peter Jackson e Martin Freeman no set de filmagem de O Hobbit

NA MÍDIA CASEIRA

The Hobbit: An Unexpected Journey foi lançado em Blu-ray e DVD nos Estados Unidos em 19 de março de 2013, com um lançamento agendado para o Reino Unido, um mês depois, em abril. Uma versão estendida contendo 20 a 25 minutos de cenas adicionais é esperada para estar disponível no terceiro trimestre de 2013.
The Hobbit: The Desolation of Smaug foi lançado em Blu-ray e DVD nos Estados Unidos em 08 de abril de 2014, no Reino Unido o lançamento ocorreu um dia antes. Uma versão estendida foi lançada digitalmente em 21 de outubro de 2014 e em vídeo, 04 de novembro de 2014, contendo 20 minutos adicionais e uma música original.

VERSÃO EXTENDIDA EM BLURAY

VERSÃO EXTENDIDA EM DVD

VERSÃO DE COLECIONADOR BLURAY E DVD

TRILHA SONORA

A música da série de filmes The Hobbit está sendo composta, orquestrada, realizada e produzida por Howard Shore, que também participou do desenvolvimento da trilha da trilogia O Senhor dos Anéis. A música será mais uma vez realizada pela Orquestra Filarmônica de Londres como foi para O Senhor dos Anéis. As sessões de gravação para os filmes começaram em 20 de agosto de 2012 no Abbey Road Studios. A trilha sonora para Unexpected Journey foi lançada em 11 de dezembro de 2012, pela gravadora WaterTower Music.
HOWARD SHORE E A FILARMÔNICA DE LONDRES
HOWARD SHORE E A FILARMÔNICA DE LONDRES
HOWARD SHORE E A FILARMÔNICA DE LONDRES
"I SEE FIRE" POR ED SHEERAN
"I See Fire" é uma canção gravada e produzida pelo cantor e compositor inglês Ed Sheeran. Foi encomendado para a trilha sonora do filme de 2013 O Hobbit: A Desolação de Smaug, onde foi tocado nos créditos finais. O diretor de Hobbit, Peter Jackson, pediu a Sheeran para escrever uma música para o filme depois que a filha de Jackson, Katie, sugeriu Sheeran. Sheeran viu o filme, escreveu a música e gravou a maioria dos elementos da faixa no mesmo dia.

A música foi lançada como um download digital em 5 de novembro de 2013. Seu videoclipe foi lançado no mesmo dia. Entrou no UK Singles Chart no número 13 e alcançou o número um na Nova Zelândia em sua sexta semana, o primeiro single número um de Sheeran lá. "I See Fire" foi nomeado para um Satellite Award de Melhor Canção Original.

NOS CINEMAS

The Hobbit: An Unexpected Journey foi programado para ter sua estréia mundial em 28 de novembro de 2012 em Wellington, Nova Zelândia, com outro grande lançamento na Nova Zelândia em 12 de dezembro. Ingressos para sessões do filme da meia-noite na Nova Zelândia foram vendidos dentro de minutos, e uma grande quantidade de pessoas ficaram sem assistir ao filme. O filme foi lançado em 13 de dezembro de 2012 no Reino Unido e 14 de dezembro de 2012, para alguns outros países. Com um um tempo de execução de 169 minutos (2 horas e 49 minutos), que foi um dos assuntos dos críticos especializados.

Cerca de 100 000 pessoas eram esperadas para estar no tapete vermelho em Wellington Courtenay Place para a estréia. Todo o evento foi transmitido ao vivo na TV3 e também transmitido pela Internet.

The Hobbit: The Desolation of Smaug foi lançado mundialmente em 13 de dezembro de 2013 com o último filme The Hobbit: The Battle of the Five Armies lançado em 17 de dezembro de 2014.

Primeiro Teaser Cinematográfico

TRAILERS OFICIAIS DA TRILOGIA O HOBBIT

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
O Hobbit: A Desolação de Smaug
O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
I See Fire - Ed Sheeran
Fonte: WIKIPEDIA

São Paulo, SP, BRASIL

  • Email: contato@jrrtolkien.com.br
  • Skype:  stbtolkien

Twittes da STB

STB Filme sobre TOLKIEN com data de estreia para maio de 2019! https://t.co/MieO7R7UJU https://t.co/MieO7R7UJU
STB Amazon lança mapa interativo da Terra-média. https://t.co/Wu8ZE3dJgU https://t.co/Wu8ZE3dJgU
Follow STB on Twitter